domingo, 27 de dezembro de 2009

Viaje mais, viva um 2010 melhor!

Voce acha que 2009 passou rapido? Provavelmente sim, e sabe porque? Porque a cada ano que passa fazemos nossas atividades de forma cada vez mais automática.
Quando somos criancas tudo é novo, tudo é desafiador, e por isso tínhamos a sensacão de que um ano durava uma eternidade!
Agora somos adultos, e cada vez mais a sensacão de que o ano passou voando se agrava, e só temos uma forma de mudar isso...
Viaje mais! Conheça novos lugares! Experimente! Apaixone-se novamente! Aprenda um novo instrumento! Faça novos amigos!
Obrigados a todos que nos ajudaram a viver um 2009 mais longo, e esperamos fazer do seu 2010 uma eternidade!
Abracos a todos!

Alê Silva.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Esquema de funcionamento neste FIM DE ANO


Pra quem fica em São Paulo durante as festas de fim de ano e quer dar uma escaladinha, confira os horários de funcionamento das academias:

- A Casa de Pedra da Chácara fecha de 24/12 a 03/01/2010.
- A Casa de Pedra de Perdizes fecha dias 24, 25 e 31/12, e 01, 02 e 03/01/2010.

Um bom ano a todos, boas festas e muita escalada! Alê Silva.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Encerramento das atividades da Casa de Pedra Chác. Sto. Antônio

Prezado cliente,

Infelizmente, dado os altos custos de manutenção de duas unidades da Casa de Pedra, venho por meio deste informar que a unidade da Casa de Pedra Chácara Sto. Antônio, encerrará suas atividades a partir do dia 31 de janeiro do próximo ano, permanecendo disponível apenas para eventos corporativos e festas fechadas.

Se você possui um plano trimestral, semestral ou anual, você será reembolsado do saldo de seu plano não utilizado após 31/01/2010, e receberá gratuitamente um plano trimestral na unidade de Perdizes*.
Se você possui um plano mensal, receberá gratuitamente mais um plano mensal na unidade Perdizes**.

Passado este período de gratuidade, fica a seu critério a renovação de seu plano nesta unidade.

Aos que ainda não conhecem a Casa de Pedra Perdizes, tenho certeza que não ficarão desapontados com a excelente estrutura e qualidade das instalações e vias de escalada, e fica aqui meu convite para que você vá conhecê-la durante estes primeiros meses do ano.

Gostaria de agradecer a fidelidade e compreensão de todos aqueles que nos acompanharam por todos estes anos de muitas escaladas e que, assim como nós, acreditaram e desfrutaram deste esporte que nos move com muita paixão.

Grande abraço a todos, boas escaladas e boas festas.

Alê Silva.



* Os alunos matriculados na Casa de Pedra Chácara, com planos trimestrais, semestrais ou anuais, ativo na data de 11/12/2009 receberão um plano trimestral gratuito, com início em 01/02/2010 e válido até 01/05/2010.

** Os alunos matriculados na Casa de Pedra Chácara, com plano mensal, ativo na data de 11/12/2009 receberão um plano mensal gratuito, com início em 01/02/2010 e válido até 01/03/2010.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

O Dia Santo

Conheci o Belê acho que por volta de 1993... Quando a Casa de Pedra abriu em 1998, ele foi um dos primeiros "funcionários". Escrevo "funcionários" entre aspas, pois nestes mais de 10 anos de Casa, o Belê virou muito mais que um amigo, virou um irmão. Ele, assim como eu, somos de falar pouco, mas a sintonia sempre nos acompanhou, e nos entendíamos praticamente no olhar.
Acompanhei-o em etapas de mundiais, escalamos e filmamos juntos em Fountainebleau, passamos muitos perrengues juntos, varando noites montando vias e organizando campeonatos.
Mas sem dúvida alguma o que sempre me impressionou, foi ele apesar de praticamente morar dentro do ginásio, de trabalhar 7 dias por semana, de montar dezenas de vias por mês... ainda assim achar tempo e motivação para continuar lá, treinando!
Se existe alguém obsecado por escalada, esse alguém chama-se André Berezoski. Tá aí a prova... Mais um boulder daqueles de grau "masterdifícil plus"... (V14).

PARABÉNS Belê!!!

O Dia Santo from carlos levy on Vimeo.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Promoção de férias nas academias Casa de Pedra


Como já é costume no fim de ano, a Casa de Pedra está oferecendo a mensalidade de escalada na academia (apenas para compras de 14 a 23/12) por preços especiais.
Se você está com seu plano vencido ou ainda não é aluno, aproveite para passar essas férias escalando!

Mensalidade Unidade PERDIZES - R$139,00 homens / R$129,00 mulheres.

Mensalidade Unidade CHÁCARA - R$109,00 homens / R$99,00 mulheres.

A unidade PERDIZES estará fechada dias 24, 25, 31/12 e 1, 2, 3/01/2010.
A unidade CHÁCARA estará fechada de 24/12 a 03/01/2010.

Boas escaladas e boas festas!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Vídeo do Campeonato Brasileiro 2009

Pra quem não pode assistir ou simplesmente quer rever as imagens do Campeonato Brasileiro que aconteceu na Casa de Pedra neste último sábado 28/11. Aproveite a excelente edição do Carlos "Dudu" Levy. Boas escaladas!

Brasileiro de escalada 2009 from carlos levy on Vimeo.


terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Navegue pelo HALF DOME


Parece que o Google e suas ferramentas realmente não tem limites. Navegue pela parede do Half Dome no parque de Yosemite, numa resolução de imagem jamais vista. Realmente impressionante. Clique aqui e divirta-se!!!

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Sapatilhas BOREAL na Casa de Pedra




Já chegaram às lojas da Casa de Pedra as sapatilhas da BOREAL. A marca que estava sumida há alguns anos do país agora é importada oficialmente pela empresa Casa de Pedra.
Foram trazidos 5 modelos com caracterísitcas bem distintas para podermos analisar a receptividade dos produtos além de cobrir logicamente todos os estilos de escalada.

Se você é aluno matriculado na Casa de Pedra, preencha o cadastro completo da loja on-line: https://www.casadepedra.com.br/loja/customer/add/
Através de seu nome e CPF, você poderá comprar com exclusividade as sapatilhas da BOREAL com 20% de desconto, somente entre os dias 7 e 20 de dezembro de 2009.

Nas loja a partir desta sexta-feira os modelos e valores são os que seguem:

Joker Velcro - R$399,00 – Extremamente versátil, confortável e com boa sensibilidade, é a sapatilha ideal para uso prolongado em qualquer tipo de escalada. De boulder e vias esportivas, a clássicas e bigwall. Possui entre-sola em EVA nos calcanhares para melhor amortecimento e fechamento com velcro para maior praticidade.
Ace - R$489,00 – Definitivamente a sapatilha para todo terreno. Ideal para vias longas, clássicas e de aderência.

Diablo - R$399,00 – Modelo de sensibilidade e firmeza da sola moderada. Ideal para iniciantes e escaladores intermediários. Excelente ferramenta para treinamento, vias clássicas e esportivas.
Falcon - R$449,00 – Sensibilidade e maleabilidade definem este modelo ideal para vias extremamente negativas e boulders, onde a movimentação e precisão de ponta de pés faz-se necessária. Você realmente sentirá a rocha como se estivesse descalço, com total liberdade de flexão do dedão, obtendo uma precisão incrível.

Stingma - R$429,00 – Sapatilha de precisão cirúrgica em vias de reglets e micro agarras. Possui solado firme e aderente, ideal para vias esportivas e boulder.


Shoppings MORUMBI, VILLA LOBOS e VILA OLÍMPIA, ou COMPRE TAMBÉM ON-LINE

Ladeira Porto Geral? 25 de Março? Não... é o primeiro dia do Shopping Vila Olímpia!


Rodeado de 453milhões de escritórios, o que totaliza umas 783bilhões de pessoas (ooops, acho que é algumas vezes mais que população da Terra), o primeiro dia de funcionamento do Vila Olímpia foi algo surreal... Todos estes bilhões de pessoas tiveram a mesma idéia, super original, de visitar o novo empreendimento no primeiro dia de funcionamento e não sei porquê, mas na hora do almoço! Não preciso nem dizer que a situação foi tragi-cômica, que era impossível andar, ser atendido ou quem dera comer, em algum dos restaurantes...
Primeiro dia, obrar recém entregues, pra não dizer os que estavam operando ainda em obras, dijuntores de alguns caiam e apagavam-se as luzes. Outros ainda sem sistema cobravam com comandas em papeizinhos e calculadora. Boa parte das lojas ainda sem cartões de crédito, sem embalagem pra presentes (oops, a CP também), mas isso tudo está sendo resolvido.
Tenho certeza que "No fim tudo dá certo, pois se não deu certo ainda, é porquê não chegou ao fim" (plagiando FERNANDO SABINO).

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Casa de Pedra Shopping Vila Olímpia está aberta!



Aconteceu na noite desta terça feira o evento oficial de inauguração do Shopping Vila Olímpia. O novo shopping está encravado entre as ruas Olímpiadas e Fidêncio Ramos, próxima a Rua Funchal, bem no coração da Vila Olímpia.
Serão certa de 200 lojas, 9 salas de cinema, um teatro, um boliche de última geração, centro gastronômico, além de 5 pisos de estacionamento, e é claro, mais uma loja da CASA DE PEDRA.
Com um visual levemente diferente das outras 2 unidades, porém sem perder o estilo, já marcado pelas paredes em madeira rústica e estrutura metálica aparente. A nova loja está muito aconchegante e possui um ótimo e agradável sistema de som, provadores mais reservados e a tradicional simpatia de nosso gerente ROSEMBERG, que chega ao novo empreendimento transferido do shopping Morumbi.
Aguardamos sua visita. Alê Silva e Equipe!

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Guia de Trilhas Ciclo Mantiqueira


Pra quem gosta de pedalar não deixe de conferir o novo Guia de Trilhas CicloMantiqueira do grande amigo Guilherme Cavallari. Trata-se de um dos maiores roteiros de trilhas conectando numa só pernada as maiores maravilhas naturais da Serra da Mantiqueira como: Pedra do Baú, Pico do Papagaio, Agulhas Negras, Cachoeira da Fragária, Pedra Selada, Parque Estadual do Ibitipoca, Rio Aiuruoca, Pico dos Marins, Pico do Itaguaré, Pico da Pedra da Mina, bosques de araucárias, serras e vales. São 1168 km de trilhas para você fazer da forma que mais gostar: bike, 4x4 ou moto.
A CICLOVIAGEM tem o desenho de quatro anéis conectados, possibilitando ao aventureiro percorrer o trajeto em quatro etapas independentes, cada uma com cerca de uma semana de duração.
Cada dia da CICLOVIAGEM é tratada como um capítulo independente na publicação, com foto coloridas, gráfico altimétrico, mapa geo-referenciado, contatos locais, dicas de hospedagem e alimentação, estimativa de tempo em três velocidades diferentes e uma planilha minuciosamente desenhada para que qualquer um possa repetir o roteiro.
Curtiu? Então compre agora mesmo o seu GUIA DE TRILHAS

Etapa Paulista do Campeonato Brasileiro 2009

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Últimas notícias das obras do Vila Olímpia

E lá vamos nós em ritmo alucinado na reta final das obras do Vila Olímpia... É tanta gente trabalhando no empreendimento que nem tente passar pela rua Fidêncio Ramos. A já congestionada Vila Olímpia, está uma loucura total, são mais de 3mil operários no complexo. Marceneiro, pintor, eletricista e os fiscais da segurança do trabalho pegam no pé o tempo todo (tão mais que certos), e vamos que vamos, que terça feira tá chegando e tudo deve estar pronto pra grande inauguração... Espero vcs na quarta pela manhã nos fazendo uma visita!!!

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Expedição Casa de Pedra ao Campo Base do Everest 2010


Nestes últimos 2 anos, por inúmeras vezes atendi muitos clientes, tirei muitas dúvidas e incentivei muitas pessoas, que ao verem meu álbum de fotos do Nepal, mostraram-se apaixonados pela idéia de caminhar até o campo base do Everest. Se você ainda não viu as fotos e quer se inspirar, VEJA AQUI AS FOTOS. O que sempre achei curioso é que ao mesmo tempo que a maioria das pessoas acha a idéia fascinante, tem a falsa impressão que é algo distante e inacessível, o que não é absolutamente verdade.
Pois então, aqui está a sua chance de fazer um dos trekkings mais bonitos do mundo, e como prometido para muitos clientes e amigos, ano que vem voltarei ao Nepal exclusivamente para leva-los ao Campo Base. Não que eu seja o melhor dos guias (ha ha ha), mas sem dúvida sou o maior incentivador, montanhista apaixonado, e portanto quero ver um grupo de amigos caminhando rumo aos 5600m do Kalapatar!
Alem da minha companhia nosso grupo terá o apoio logístico da Latitudes Viagens de Conhecimento, agência com mais de 15 anos de experiência, e que com certeza nos oferecerá a melhor estrutura de apoio, lodges, refeições, carregadores, etc.
A viagem está programada para acontecer de 4 a 26 de abril de 2010 e você é meu convidado. Se você quiser tirar suas dúvidas sobre a viagem, receber o itinerário completo, e demais informações, será um prazer ajuda-lo. Mande-me um email para:
alesilva@casadepedra.com.br ou marque uma conversa comigo em uma de nossas lojas. Pode demorar um pouquinho pra conseguirmos um horário pro bate-papo, mas será sempre um prazer contar as histórias e aventuras sobre essa região fascinante. Começe já a se programar, grande abraço e Namastê!!! Alê Silva.

Conformité Européenne ou Chinese Export?


Estava eu coletando mais informações para escrever um artigo sobre certificações na escalada, o qual pretendo fazer em breve, quando me deparei com dois logos quase idênticos e que me chamaram a atenção. Apesar de não ter concluído se a informação é real ou apenas boato, (afinal de contas como diz um amigo meu, “quem legitima as informações postas na internet hoje em dia?”), resolvi postar aqui a dúvida para que pelo menos, fiquemos de olhos abertos. Afinal de contas estou falando de um selo de conformidade que também aparece nos equipamentos de escalada, e o mínimo que eu espero de um mosquetão ou corda, é que estes equipamentos garantam minha vida e que tenham sido rigorosamente testados, e estejam em conformidade com os órgãos competentes.
Os logos em questão são o CE: o qual indica uma conformidade do produto aos padrões de qualidade e segurança, com a Comunidade Européia; e o CE: que indica apenas que o produto é China Export, ou seja, exportado da China. Quanto ao grafismo do logo, chega a ser ridícula a semelhança. O único detalhe está na distancia entre as letras C e E do logo. Já a diferença entre seus significados não tem nem como mensurar. Um está em conformidade com os padrões da Comunidade Européia, o outro foi exportado da China, e sabe-se lá o que isso quer dizer... Não tenho dúvidas que todas as grandes marcas hoje em dia tem seus parques industriais na China e que de lá vêm muitos produtos excelentes, porém quando o assunto é segurança e padronização, nunca é demais ficar de olhos abertos.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Faltam 15 dias!!!


Pra quem vê a foto acima pela primeira vez, realmente parece só o começo da obra, mas acredite, estamos quase lá...
Vidros da vitrine colocados, toda estrutura de apoio ao mobiliário está pronta: piso, iluminação, quadro de luz, fechamentos de gesso, escadas e pintura grossa prontas... Agora é só entrar com a marcenaria e essa cara de obra acaba em 3 ou 4 dias de trabalho.
Seguindo o cronograma de inauguração do shopping, começaremos a montar efetivamente a loja por volta do dia 21. Dia 24 teremos um grande coquetel de inauguração do empreendimento Shopping Vila Olímpia, e dia 25 pela manhã, as lojas do novo shopping estarão abertas ao público.
Mais um passo, mas uma vitória e mais uma vez estaremos ansiosos aguardando a sua visita.
Alê Silva.

THE NORTH FACE na CASA DE PEDRA


Chegaram nas lojas da Casa de Pedra os produtos da consagrada marca de montanha The North Face. Jaquetas corta vento, impermeáveis e respiráveis, softshell, jaquetas térmicas de Duvet, calças, mochilas entre outros equipamentos de primeira linha, já estão a sua disposição nas lojas dos Shoppings Villa Lobos, Morumbi e Vila Olímpia (25/11). Confira on-line toda a linha de produtos THE NORTH FACE

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Campeonato Sul Americano de Boulder

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Fingerboard faz bem para sua escalada!!!


O Fingerboard não é exatamente aquele acessório que agente "morre" de vontade de usar, mas como não há ganho sem esforço, se utilizado da forma correta, sem dúvida alguma trará grandes benefícios para sua escalada.
Lembro-me que, logo quando comecei a escalar, instalei um Fingerboard na minha garagem... Acho que usei-o umas 3 ou 4 vezes no primeiro ano! Quantas vezes vc passa por sua garagem sem ter um monte de coisas na mão, ou sem estar atrasado, correndo pra um compromisso ou chegando cansado em casa?
Pois é, demorou um pouco pra perceber, mas depois mudei-o pra porta do meu quarto e criei uma lei onde deveria pagar um "pedágio" de 5 barras sempre que passasse por ele. Funcionou!!! Depois de pouco mais de 2 ou 3 meses nunca foi tão fácil pra mim fazer barras!!! E é claro que esse pedágio pode ficar mais caro com o passar dos meses.
Nunca se esqueça de variar bastante as pegas, abauloados, pinças, regletes, bidedos, etc. e aí vai uma dica... Use bastante as pegas que você menos gosta! Se você não gosta é porque tem dificuldade e o finger está aí pra isso, fazer você sofrer!!! ha ha ha
O Fingerboard, fortalece seus tendões e constrói os músculos certos para a escalada, pois suas "pegas" são as mais próximas possíveis das "pegas" reais de uma via.
Porém lembre-se que para um iniciante o esforço é tremendo e portanto deve-se tomar muito cuidado com lesões. Minha recomendação é que você, fixe no centro inferior do finger um grande laço de fita tubular ou "tripa de mico" para que com um dos pés, você alivie o peso do seu corpo. Com o tempo e treino você pouco a pouco passará a fazer barras com todo o peso do seu corpo, porém até chegar a esse ponto, muito cuidado.
Se empolgou? Confira então aqui o FINGERBOARD da Gringa Agarras e bom treino!

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Casa de Pedra Shopping Vila Olímpia


Quem passa pelas ruas Fidêncio Ramos e Gomes de Carvaho, nem imagina (na verdade eu também não acredito muito), que o novo Shopping Vila Olímpia irá abrir as portas em pouco mais de 20 dias.
Uma multidão de trabalhadores ocupam as ruas do entorno, degladiando-se com máquinas, caminhões e tratores, que tentam a todo custo terminar a obra no prazo. Ahhh... Diga-se de passagem, o prazo é: Shopping aberto ao público dia 25 de novembro.
Como não poderíamos deixar de contribuir com o caos... perdoem-me os que frequentam aquela região, teremos mais uma loja Casa de Pedra em operação neste novo shopping.

Assim que eu tiver notícias comunico a todos e convido para a inaguração... A loja Casa de Pedra estará no piso térreo e aguarda sua visita!

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Montanhista com orgulho!


Você é escalador? Envergonhe-se disso ou começe a mudar agora. Qual é a premissa número um para você ser chamado de escalador? Quem respondeu escalar está enganado. Infelizmente a premissa número um de um escalador é: ser preconceituoso, ser reclamão, falar mal dos outros, achar que a modalidade que pratica é mais nobre, melhor ou mais importante que a do outro, e por aí vai; pelo menos para grande parte dos "escaladores". Uma vez deixada bem clara essa premissa digna de vergonha, e se por acaso você também escala, aí sim você é um legítimo "ESCALADOR". Sem dúvida uma realidade triste e vergonhosa. Motivos para tal fama não faltam, vamos lá que a lista é extensa: - Você começou a escalar em ginásio? Eu comecei na rocha! Muito mais "roots". - O point onde eu escalo é muito melhor que o seu. - O tipo de rocha daqui é muito melhor. - Paulista, carioca, paranaense, mineiro... é muito melhor. - A academia que eu escalo é a melhor. - Escalar na rocha que é melhor. - Pq competir é coisa de babaca. - Vc compra mosquetãozinho novo na loja, vc é playboy. - Ó o cara de sapata nova! A minha já ressolei 35 vezes! - Você mandou com as costuras colocadas eu entrei sacando!!! - Porque tal lugar as chapas tão muito próximas vamos boicotar. - Ah, ele só mandou aquela via porque trabalhou 3 meses direto, queria ver se só fosse de fim de semana que nem eu. - Não vou lá porquê foi Fulano que abriu as vias. (detalhe, o cara nunca viu Fulano na vida, só ouviu falar). - Esse aí não anda mais que 50 metros até a base da via, eu já caminhei por 17 horas!!! - Assim até eu, alguém passou a corda antes. - Fez com oxigênio?!!! Ahhhh... Eu acredito que uma das raízes do problema está no nome da atividade e a falta de conhecimento a seu respeito. Vou explicar melhor. Se um cara anda de bike é ciclista, ele pode treinar para uma prova olímpica em um velódromo, fazer downhill de Mountainbike ou freestyle numa pequena aro 20", que são esportes completamente diferentes, com treinamentos, técnica e objetivos completamente distintos, e qualquer um sabe e vê isso nitidamente, que ele continuará a ser um ciclista. A única coisa comum entre modalidades tão diferentes é o nome, CICLISMO. Claro que um cara que faz Freestyle não vai falar mal de um competidor de Tour de France, pois é nitidamente tão óbvio que estamos falando de coisas diferentes, que nem cabe a comparação. Exatamente aqui surge o problema da escalada! Na escalada as diferenças não são tão claras, pelo menos para os leigos. Porém nós escaladores, deveríamos enxergar isso de forma mais nítida. Quando falamos que alguém é escalador, montanhista ou generalizando, um Alpinista. Colocamos na mesma bacia, um escalador de Boulder com outro de uma via esportiva, com um terceiro que curte um bigwall, ou mesmo uma escalada mista, cascatas de gelo, expedições e alta montanha, e por fim um atleta de competição. Pois me diga: Qual a semelhança entre alguém fazendo Boulder e outro escalando o Everest? Como podemos comparar os objetivos e anseios de um escalador de competição com outro fazendo um bigwall em Yosemite? Como podemos sequer comparar o comprometimento psicológico de uma escalada em artificial A5 com uma via esportiva do Cipó? Como comparar o porte e condicionamento físico de um esportista trabalhando um 10º grau com outro expedicionista de alta montanha. São atividades tão distintas, tão diferentes, com objetivos, perfis, imersão e autoconhecimento do praticante tão diferentes, que me atrevo a dizer que temos apenas uma características em comum: o nome. Tire a mão do saquinho de magnésio por um minuto, coloque-a na consciência e aprenda a entender as diferenças de cada escalador, de cada modalidade. As vezes o motivo que o levou para a escalada pode não ser o mesmo de quem está logo abaixo de você te dando segurança. Por diversas vezes escalando em lugares na Europa, onde sei que dificilmente voltarei tão cedo, quantas vezes não dei segurança para um parceiro que ficou trabalhando uma via por horas, e na minha vez eu escalei com duas ou três quedas e nem me preocupei em repetí-la. Simplesmente porquê meu objetivo não é encadená-la, mas sim partir pra próxima e depois pra outra, e conhecer outras linhas mesmo que faça roubando num lance que sei que está longe do meu limite. Tudo bem, posso não ter mandado, mas lhe garanto que na minha ótica me diverti e conheci muito mais. Pois o meu objetivo não é o grau e sim o "subir", curtir, tentar e cair. Está certo quem quer trabalhar uma via até a exaustão e poder se superar e superar o grau. Está certo quem quer curtir e cair e partir pra próxima. Está certo quem quer a liberdade do Crash Pad, magnésio e sapata numa tarde de sol em Ubatuba. Está certo quem quer fazer a Domingos Giobbi em 5 horas, ou quem quer fazê-la em 3 dias. Está certo quem quer livrar um artificial ou apenas repetí-lo sobre os estribos. Está certo quem quer perrengar e carregar equipo, e montar acampamentos e fazer uma montanha sem oxigênio, assim como está certo o cliente de uma expedição comercial. Respeite a ética do lugar, respeito o próximo, respeite o local e a natureza. Não faça barulho, não incomode, não deixe rastros, curta a sua modalidade, da sua escalada, no seu estilo, com os seus objetivos, e diga com orgulho: EU SOU MONTANHISTA.

sábado, 17 de outubro de 2009

Aprendendo com acidentes


Aconteceu neste último mês de outubro de 2009 o quarto “acidente” nestes mais de 11 anos de história da Casa de Pedra. Vamos considerar como “acidentes” somente aqueles onde, durante uma escalada com corda, o escalador caiu até atingir o chão. Incidentes como: luxações, ombros fora do lugar, escoriações, pés e tornozelos torcidos ou quebrados, principalmente na prática de boulder, já tivemos muitos outros. Ao contrario do que muitos podem pensar, nunca escondemos ou acobertamos fatos como esse, mas sim tentamos aprimorar procedimentos e regras de segurança no ginásio, aprendendo a cada novo acontecimento. E é justamente para aprender e compartilhar com toda a comunidade escaladora que escrevo aqui os fatos. Obviamente não vou citar os nomes dos envolvidos, portanto trataremos apenas de “escalador” e “segurador”. Histórico dos praticantes: Tanto o “escalador” como o “segurador” eram “clientes de fim de semana” porém os dois já haviam escalado por diversas vezes anteriormente. No dia do acidente ambos permaneceram escalando por mais de 2 horas e o acidente aconteceu praticamente no horário de fechamento do Ginásio. O “escalador” acidentado havia comentado que a via seria a saideira, antes de irem embora. O acidente: Apos completar a via em top-rope, o escalador avisou que havia terminado a escalada e “sentou” na corda normalmente. Com o grigri travado e todo o equipamento passado corretamente, o segurador começou a soltar a corda lentamente. Após descer pouco mais de 2 ou 3 metros, o escalador começou a ganhar velocidade e terminou batendo no chão praticamente sem nenhuma resistência do freio de segurança. O escalador caiu no colchão de segurança praticamente sentado e rolou pelo chão. O socorro aconteceu prontamente pela equipe do Ginásio e voluntários. Ninguém mexeu no escalador e este foi levado ao hospital, pela equipe de paramédicos do corpo de bombeiros, onde passou por diversos raios-X de coluna e tomografia. Uma leve suspeita de trinca de vértebra o deixou em observação, e felizmente, o mesmo saiu andando após alta no dia seguinte. Sem dúvida alguma um susto enorme para todos, mas sem maiores conseqüências. Conversando com os envolvidos: Na quarta feira seguinte ao acidente, eu recebi os dois envolvidos para uma boa conversa e chegamos a seguinte conclusão. Após começar a descida normalmente pelos primeiros metros, uma sessão mais lisa da corda fez com que a velocidade de descida aumentasse abruptamente. Neste ponto o “segurador” se assustou e ao invés de soltar a mão da trava do gri-gri, acabou mantendo-a liberada, inclusive queimando a mão que estava na corda. Meu veredicto: Com disse no início do texto, este foi o quarto acidente e todos eles tiveram uma característica em comum. Ao tomar um “susto”, por qualquer que seja o motivo, ao invés de soltar a trava do Gri-gri, os seguradores acabaram “congelando” com a mão na trava, mantendo-a aberta. Na minha opnião o Gri-gri tem inúmeras vantagens, principalmente num ambiente de alto fluxo como um Ginásio, porém essa “falsa” segurança que a trava automática nos proporciona, acabou criando uma cultura de “não importância” à mão que mantemos na corda. O escalador de Ginásio ou esportivo hoje, e não digo somente aos iniciantes não, pois já peguei muito macaco velho sem a mão na corda, acabou deitando em cima da “trava automática” e a boa e velha posição de segurança, com a mão da corda firmemente travada abaixo da linha do quadril, deixou de ser o padrão. Voltando um pouco ao acidente ocorrido, lembre-se que a corda gasta e “engrossa” de forma diferente ao longo dos metros. Principalmente num top rope, onde o desgaste dos primeiros metros é muito maior que dos últimos. Desta forma a descida do escalador nunca será linear. Há áreas de maior e menor atrito, portanto a importância da mão na corda é fundamental. Conclusão: Por parte da equipe da Casa de Pedra - Faremos uma série de clínicas com nossos instrutores, a fim de reforçar aos clientes e usuários do Ginásio a importância da posição correta da mão da corda, e a importância de descer lentamente o escalador sempre ao fim da via. Reforçaremos a vigilância dos clientes e seremos mais “chatos” na fiscalização. Por parte dos escaladores - Qualquer que seja o equipamento, com ou sem trava automática, lembre-se que a “mão da corda” é quem efetivamente trava o escalador. Mantenha a posição correta de segurança, mantenha a “mão da corda” sempre firme. Ao descer seu parceiro, abra completamente a trava do gri-gri e faça o controle da descida somente com a “mão da corda”. Nunca utilize a trava do gri-gri como uma “embreagem”. Agradeço imensamente à toda a equipe da Casa de Pedra, mas principalmente a Mieko Makino, que com uma preocupação digna de mãe, acompanhou a todo o momento os envolvidos no acidente.
Boa escalada a todos, Alê Silva.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Sapatilhas BOREAL com exclusividade na Casa de Pedra


Embarca ainda esta semana, na Espanha, o primeiro lote das renomadas sapatilhas de escalada Boreal, que serão vendidas com exclusividade nas lojas Casa de Pedra, já a partir deste fim de ano. Foi em 1980 que esta fabricante espanhola de calçados criou o primeiro calçado com “sticky rubber”, ou seja, com solado de borracha super aderente à rocha que revolucionou e impulsionou tantas outros fabricantes a fazer o que hoje conhecemos como sapatilhas de escalada. Inicialmente serão comercializados 5 modelos que atenderão desde o escalador iniciante, até o atleta de alta performance, bem como modelos para várias características de vias. São elas:
Joker Velcro – Extremamente versátil, confortável e com boa sensibilidade, é a sapatilha ideal para uso prolongado em qualquer tipo de escalada. De boulder e vias esportivas, a clássicas e bigwall. Possui entre-sola em EVA nos calcanhares para melhor amortecimento e fechamento com velcro para maior praticidade.

Ace – Definitivamente a sapatilha para todo terreno. Ideal para vias longas, clássicas e de aderência.

Diablo – Modelo de sensibilidade e firmeza da sola moderada. Ideal para iniciantes e escaladores intermediários. Excelente ferramenta para treinamento, vias clássicas e esportivas.
Falcon – Sensibilidade e maleabilidade definem este modelo ideal para vias extremamente negativas e boulders, onde a movimentação e precisão de ponta de pés faz-se necessária. Você realmente sentirá a rocha como se estivesse descalço, com total liberdade de flexão do dedão, obtendo uma precisão incrível.

Stingma – Sapatilha de precisão cirúrgica em vias de reglets e micro agarras. Possui solado firme e aderente, ideal para vias esportivas e boulder.


Em breve nas lojas CASA DE PEDRA – Shoppings Morumbi, Villa Lobos, Vila Olímpia e aqui na Internet.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

CONVIDE SEU AMIGO E GANHE DIAS EM SEU PLANO


A partir do mês de outubro traga seu amigo para escalar na Casa de Pedra e ganhe dias adicionais em seu plano.

Como funciona? Convide seus amigos para escalar na Casa de Pedra e ganhe dias adicionais em seu plano conforme a tabela seguinte:

Seu amigo faz (Amigo convidado) Você ganha (Aluno indicador)

Plano mensal + 5 dias em seu plano.

Plano trimestral + 10 dias em seu plano.

Plano semestral + 20 dias em seu plano.

Plano anual + 40 dias em seu plano.

Regras gerais:

- Somente serão considerados “amigos convidados”, clientes novos ou ex-alunos que estejam afastados por mais de 1 ano da Casa de Pedra.

- Só serão considerados “Alunos indicadores” alunos com plano ativo há mais de 30 dias.

- O nome do “aluno indicador” deve ser dado no momento da matrícula. Não serão aceitas indicações retroativas.

- O benefício ao “aluno indicador” só será considerado na efetivação da matricula, por parte do “amigo convidado”.

- Tanto o plano do “aluno indicador”, quanto o plano do “amigo convidado”, devem corresponder à mesma unidade da Casa de Pedra.

- Você pode trazer quantos amigos quiser, não há limite do número de “amigos convidados”, quanto mais amigos você trouxer, mais seu plano se extenderá.

- Esta promoção não é válida na compra de planos com valores promocionais.

Novo tênis ASICS Trabuco com GoreTex chega às lojas Casa de Pedra


Casa de Pedra vende com exclusividade o modelo TRABUCO, mais novo lançamento da ASICS, conceituada marca de calçados esportivos. O modelo TRABUCO oferece excelente sistema de amortecimento em GEL tanto na parte traseira como dianteira do calçado, além de sistema DuoMax, que ajuda a garantir o suporte adequado do pé durante o momento de transição da passada. O solado Performance Trail possue trava invertidas para melhor tração em qualquer terreno, tanto em subidas como em descidas. O Trabuco é o tênis ideal para caminhadas e trekking leve, corridas em terreno irregular, corridas de aventura e trail-running. Com tecnologia GORE-TEX o tênis é completamente impermeável e transpirável, garantindo um pé sempre seco em qualquer condição de tempo. Venha experimentar em uma das lojas da Casa de Pedra.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Tierra de Tepuyes - Venezuela


Aconteceu dia 9 de setembro em Perdizes uma lindíssima palestra com o fotógrafo profissional e montanhista Henry Gonzáles. Com mais de 26 anos de experiência em turismo de aventura e Trekking, Henry é diretor fundador da Explora Treks Turismo de Aventura. Quem não teve oportunidade de comparecer à palestra perdeu algumas informações interessantíssimas sobre a região, porém terá agora a oportunidade de ver as lindíssimas imagens que falam por si só! Os Tepuyes são montanhas de topo plano basicamente formadas de arenito e quartizito, conhecidos também como "Ilhas do Tempo" dada sua antiguidade geológica. Erguem-se verticalmente em meio a densa floresta até altitudes de 2510m acima do nível do mar. Sem dúvida alguma fiquei apaixonado pela região e muito provavelmente será um dos meus destinos em 2010. Confira as FOTOS e boa viagem!

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Entenda um pouco mais sobre o grau na escalada!






















3° Grau – Via, onde? Isso aí não era a trilha?!!!

4° Grau - Escalada na qual você se diverte pacas, mas prefere não ser visto fazendo... Afinal temos uma imagem a zelar!

5° Grau - Escalada a qual você faz em sua rotina de aquecimento e torce para que as pessoas que tivessem te assistindo, caíssem ao tentá-la.

6° Grau - Escalada que você até tem algum trabalho, mas... Que diferença faz? Você nem consegue distinguir mesmo qualquer via abaixo de 7° grau.

7° Grau - Escalada que você, acha, que faz "on sight".

8° Grau - Aquela escalada que você evita guardando sempre para o "on sight".

9° Grau - Escalada que você poderia ter feito "on-sight" Se não tivesse acabado seu magnésio, se você fosse um pouquinho mais alto, se o tempo não tivesse tão úmido, se sua sapatilha estivesse um pouquinho mais apertada, se o segurador não tivesse travado a corda naquela costura, e se você não tivesse comido aquele “bigmac" no dia anterior.

10° Grau - Escalada a qual você não tem a mínima chance de fazer "on sight".

11° Grau - Escalada a qual, se você fizesse "on sight" , com certeza teria vários patrocínios e sua foto estaria na capa da última Rock And Ice.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Super dia das Crianças na Casa de Pedra


Neste próximo dia das crianças traga seu filho, sobrinho, filhos do vizinho, amiguinhos da escola e toda a turma do condomínio para se divertir muito num dia especial de escalada na Casa de Pedra. Especialmente, e somente neste dia, abriremos a unidade da Chác. Sto. Antônio, exclusivamente para crianças de 5 a 14 anos de idade, com acompanhamento de monitores e recreadores especializados.
Todas as crianças poderão escalar, brincar num grande balanço de corda, descer pela tirolesa, além de atividades e brincadeiras de roda.
O Super dia das crianças acontecerá das 14:00 às 18:00hs. na unidade Chác. Sto. Antônio - Rua da Paz, 1823 - Tel.11-51817873 somente dia 12 de outubro.
O valor fixo por criança é de R$35,00 com equipamentos e todas as atividades inclusas. Só poderão participar crianças de 5 a 14 anos. Alunos e clientes da Casa de Pedra que queiram escalar neste dia devem se dirigir à unidade Perdizes, que funcionará normalmente das 14:00 às 20:00hs.
Divirtam-se e boas escaladas!

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Mensalidade em julho por R$149,90 !!!


++ Promoção na Casa de Pedra!!! Mensalidade em julho de R$199,00 por R$149,90 somente para compra ou renovação de 1 a 14/7. Vão escalar seus preguiçosos!!!

domingo, 28 de junho de 2009

Parabéns Casa de Pedra... 11 anos!


Ainda me lembro dessa foto como se fosse ontem... que saudade gostosa! Um moleque de 24 anos, munido apenas de um sonho e da paixão pela escalada. Aberta em julho de 1998, a primeira unidade da Casa de Pedra, na Chác. Sto. Antônio, foi um marco para o montanhismo brasileiro, criando um novo padrão de estrutura para a prática e treinamento na escalada esportiva. Com mais de 600m2 de superfície “escalável”, agarras importadas e equipamentos como Campus Board e System Wall, inéditos até então, possibilitaram que toda uma nova geração de atletas, pudessem treinar em condições similares aos dos atletas de fora. O-n-z-e anos... Não vou dizer que repetiria tudo igual, (já virou clichê essa frase), afinal temos o direito de errar as vezes... Porém posso dizer que teria feito, "quase tudo igual". A escalada me ensinou a amar as montanhas e por consequência a natureza. Me fez viajar o mundo e conhecer pessoas especiais. Na escalada encontrei parceiros, fiz os melhores amigos, passei os maiores riscos e roubadas da minha vida, mas também vivi minhas mais profundas e sinceras emoções... A montanha é um lugar único, se eu fosse religioso, diria até "sagrado". No montanhismo travamos uma batalha constante com nós mesmos: com força, equilíbrio, persistência, determinação e emoção. Fazendo uma auto-análise destes anos todos, postos de lados os erros e acertos, as virtudes e roubadas, as emoções e desilusões, só me resta uma coisa... A paixão e a vontade de sempre pisar lá em cima mais uma vez. E como disse um dia o grande "REINHOLD MESSNER" - Mas os dias que estes homens passam nas montanhas, são os dias em que realmente vivem. Quando as cabeças se limpam das teias de aranha, e o sangue corre com força pelas veias. Quando os cinco sentidos recobram a vitalidade, e o homem completo se torna mais sensível, e então já pode ouvir as vozes da natureza, e ver as belezas que só estavam ao alcance dos mais ousados. FELIZ ANIVERSÁRIO CASA DE PEDRA (Alê Silva).

sábado, 13 de junho de 2009

Resultado compelto do BOULDERFEST 2009


Gostaria de agradecer a todos os atletas, participantes, público presente e pessoal do staff que fizeram do Boulder Fest 2009 um sucesso! Sem dúvida alguma é um prazer ver o trabalho recompensado com o delírio da galera vibrando a cada etapa da competição. Um obrigado especial à SOLO - COLUMBIA - SALOMON - JULBO - LATITUDES e DEUTER que ofereceram uma batelada de prêmios e fizeram a alegria dos vencedores!!! Grande abraço e mais um vez obrigado a todos! FOTOS 1º FASE FOTOS 2º FASE

Porquê usar bastões em seu próximo trekking!


Sempre me perguntam se os batões de caminhada são realmente necessários numa caminhada. A grande maioria acha um trambolho carregá-los, tanto na mochila, como no trekking. Não vou dizer que um bastão espetado pro lado de fora da mala não incomode no aeroporto na hora do despacho, porém garanto que este é um problema menor perto das inúmeras vantagens.

Os bastões reduzem o impacto da caminhada principalmente nos joelhos e músculos das pernas, transferindo parte do esforço para ombros e braços. A altura das mãos àcima da linha do coração, o que geralmente ocorre com o uso dos bastões, também melhora a circulação, reduzindo significantemente o rítimo cardíaco.

O caminhar com bastões em minha opinião, nos leva a um caminhar mais relaxado e solto, o que também nos traz um conforto maior.
Um estudo publicado pelo Dr. G. Neureuther em 1981 provou que o uso de bastões durante a caminhada reduz o esforço na perna oposta em aproximadamente 20%, e que o peso retirado das pernas é de 5kg para cada passo em terreno plano, e de 8kg em terreno inclinado.

Para tanto, não adianta lutar com os bastões ou simplesmente carregá-los durante o trekking. Eu recomendo o uso de dois bastões, alternando a mão apoiada com a perna à frente. Desta forma com um pouco de prática você rapidamente encontrará seu ritmo e posição adequados.
Uma coisa muito importante é sempre usar as fitas em torno dos punhos para que você não faça força para segurá-los e sim apoie-se neles de forma mais relaxada.

No mercado existem diversos tipos de bastões, procure sempre leveza e de preferência aqueles que fiquem pequenos, facilitando o transporte. ( VER BASTÕES )
Boa trilha!

Coleção ROSSIGNOL 2009


Você que é praticante do esqui e snowboard e gosta do que há de melhor; com certeza conhece a marca ROSSIGNOL.
Hoje a marca francesa é uma das mais cobiçadas da linha "premium" de roupas de neve, e este ano vem com modelos incríveis desenhados por ninguém menos que Jean-Charles de Castelbajac,
Venha conferir essa incrível coleção, que além de jaquetas e calças para o frio e neve, conta também com bolsas e acessórios, além dos esquis e pranchas de snowboard.
famoso estilista de Casablanca-Marrocos, e que já vestiu a pop-star Madonna, dentre outras estrelas.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Crise? Polêmica? Quem disse...

Entrevista concedida para o site: www.altamontanha.com.br por Luciano Fernandes - www.blogdescalada.blogspot.com

EXCLUSIVO : Entrevista Alê Silva.

Cansado de escutar boatos e lendas a respeito de campeonatos e decisões a respeito da escalada esportiva, e sobre o mundo dos negócios na escalada decidi pedir para o escalador/empresário/pai/montanhista Alê Silva conceder a já conhecida entrevista de 10 perguntas.

Para quem ainda não sabe, Alê Silva é o proprietário da Casa de Pedra, e uma das pessoas que mais investiu no esporte (e nos esportes de aventura em geral) nos últimos 10 anos.

Alê Silva Gentilmente respondeu todas de maneira completa e bem clara. Desde já agradeço a sua disposição em responder.

1 - A Casa de Pedra passou por um momento delicado ano passado. Pelo menos a academia. A loja casa de pedra reflete o mesmo?

Não, muito pelo contrário. Acabamos de ampliar a loja do Shopping Morumbi e ainda abriremos outra no Shopping Villa Olímpia que será inaugurado em outubro deste ano. Ao contrário da academia, as lojas tem um leque de "consumidores" muito maior e diversificado.


2- A academia do Morumbi quase teve se der desativada, e houve uma reestruturação nos horários e funcionários. em termos financeiros, o perigo de fechamento já passou?

Ainda não. Por muito anos e por diversos motivos (inclusive forte desmotivação) o negócio deixou de ser economicamente viável, porém mantive por pura paixão pela escalada. Depois da re-estruturação de dias, horários e obviamente cortes, conseguimos baixar os custos consideravelmente, porém o mercado ainda está muito retraído. Pelo menos o buraco agora está menor e a vontade de fazer funcionar maior.


3 - Muito se reclamou sobre as medidas econômicas para evitar o fechamento da academia Casa de Pedra. O aperto no cinto valeu a pena?


Como já adiantei na resposta anterior, o buraco está menor. Sem dúvida eu assumi publicamente boa parte dos "erros" da Casa de Pedra, mas também não adianta achar que baixando o preço vamos ganhar no volume, pois já fizémos isso no passado e praticamente não mudou o número de praticantes. A escalada é um nicho muito pequeno e qualquer ação é momentânea, a galera vem se diverte, mas a massa crítica, os escaladores de verdade, são muito poucos. A escalada nunca será um esporte de massa. Hoje a academia praticamente não tem mais diaristas, ou seja, pessoas brincando de escalar, mas sim escaladores que treinam duas ou mais vezes por semana. Se realmente valeu a pena, te direi daqui dois ou três anos.


4 - A marca "Casa de Pedra" nasceu entre os escaladores, hoje com a loja em dois shoppings o quanto representa em termos de ganho os equipamentos de escalada?

Posso lhe dar duas respostas: As academias representam hoje talvez 10% do faturamento da marca Casa de Pedra. Nas lojas Casa de Pedra, os equipamentos técnicos de escalada não chegam a 1% das vendas. Mas vale lembrar que mesmo com tão baixa representatividade, a escalada é o que dá "alma" ao negócio.


5 - A Casa de pedra sempre patrocinou eventos competitivos, e ano passado passou um período meio esquecido desta característica. Como surgiu a idéia do boulder fest? E como foi designada a premiação?

Desde o primeiro ano da Casa de Pedra realizamos inúmeros festivais, campeonatos paulistas, brasileiros, etc. porém a vontade e gás pra fazer acontecer veio caindo junto com todo o resto. Menor número de interessados, menos atletas, menos apoios ou patrocínios, muita reclamação... Infelizmente passamos por uma geração de novos atletas que parece que o primeiro esporte é reclamar, escalar vem em segundo plano. Lembro-me de campeonatos que participei com um terço da organização e estrutura do que vemos hoje, junto a atletas como Helmut, Pita, Fabinho Muniz, Linha, Pietro Sargenteli e tantos outros... e sempre foi pura curtição.

A vontade de fazer eventos não acabou, o que acabou foi a motivação com tanta gente reclamando. Depois desse baque do ano passado, em que quase fechamos uma unidade, da APEE não ter lançado nenhum evento no ano, dessa crise ter minguado ainda mais todo mundo, achei que era a hora de fazer uma evento legal.

Claro que hoje também com a loja, nossa força e argumentação com as empresas do meio é muito maior. Compramos centenas de milhares de reais por ano dessas empresas. Conseguir alguns equipamentos para premiação está mais fácil hoje. O que o escalador preconceituoso deve entender é que antes de sair falando mal dos "playboyzinhos" de fim de semana, dos trekkers, ou galerinha de estação de esqui, saibam que são esses caras que gastam e fazem o mercado "outdoor" rodar, pois quem é escalador mesmo manda o amigo trazer na mala quando vai pra fora.

A premiação foi a melhor que conseguimos dividida nas categorias. Recebi diversas críticas pela diferenciação da premiação por sexo, porém a coisa é muito simples. Vão ter 20, 30 caras disputando uma passagem pra França, enquanto as meninas se muito serão 10. Essa diferença sempre existiu, e não é só na escalada. A real é que mais uma vez tem muita gente que reclama por esporte. O fato é que não vou dispensar tempo, trabalho e muitas horas de conversas com fornecedores para realizar um evento pra 5 meninas.


6 - Quem poderá participar?

São duas categorias, uma só pra se divertir onde serão sorteados alguns equipos e o próprio atleta preencherá sua ficha de pontuação, e outra de competição propriamente dita. Participa quem quer, sem restrição alguma. Talvez o evento seja válido pelo paulista mas como o Ricardo Leiser (presidente da APEE) passou por problemas sérios pessoais, acabamos não conversando sobre o assunto.


7 - Quem serão os route-setters e staff do evento? É veridico o boato de que até os "route setters" do evento também irão participar?

O staff é o pessoal residente da casa mesmo, como sempre foi e deu certo... Quanto ao boato, é pura maldade de quem reclama por esporte. O Route setter em questão é o Belê, que sim abrirá todos os boulders da categoria de diversão, e sem dúvida alguma competirá na outra categoria. Exatamente por isso que as etapas serão em unidades distintas, ele abrirá os boulders em Perdizes enquanto a competição será na Chácara. Provavelmente o Rout Setter da competição será o Paulo Gil, mas mesmo que ele não confirme, temos outros nomes possíveis para abrir os boulders.

Ainda sobre o comentário maldoso, o Belê nestes 10 anos de Casa competiu em quase todas as provas sempre sem problema algum, hora ganhando, hora perdendo. Assim como o Cezinha já participou e ganhou eventos na 90 Graus, o Anderson na Via Aventura, ou mesmo a Janine, que durante 8 anos foi minha esposa, e praticamente ganhou todos os eventos na Casa de Pedra. A quantidade de atletas é mínima, tirar o Belê só por que ele trabalha na Casa de Pedra é uma injustiça com alguém que se esforça tanto nos treinos.

São 20 atletas na segunda fase, acho que tratar o Belê como um "pré-classificado" não é injustiça alguma, uma vez que ele estaria facilmente entre os 2 ou 3 primeiros.
Tenho certeza que a briga será muito bonita nesta segunda fase. Os boulders serão escalados em rodadas eliminatórias, ou seja: 20 > 15 > 10 > 5 e o último com apenas 2 atletas disputando o título.

8 - A loja da unidade Morumbi foi ampliada, o mesmo se pode esperar da loja do shopping Villa Lobos?

Não, a loja do Morumbi foi a primeira e portanto apostamos numa metragem menor, pra ver como a coisa iria. Agora, depois de quase 3 anos, sentimos a necessidade de aumentá-la. A do Villa Lobos já é bem grande e não sofrerá alterações. Este ano ainda abriremos outra no Shopping Villa Olímpia que está em construção.

9 - Os horários de funcionamento da academia Casa de Pedra serão alterados quando a vazante de prejuízos diminuir?

É difícil dizer... Tenho recebido pedidos para voltar a fechar as 23:00h. isso não aumenta muito os custos, e sim influencia na segurança, pois nosso galpão está numa área ainda muito industrial, escura e de fácil acesso a Marginal Pinheiros. Porém se o bairro continuar a crescer, como tem sido nos últimos anos, pode ser que eu volte ao horário antigo. Já o fim de semana, é muito complicado com escala de pessoal. Agora, se a coisa realmente melhorar não tem porque abrir só dias por semana. Tudo depende da quantidade de alunos.

10 - A academia "Casa de Pedra" de maneira justa é a mais bem equipada academia do Brasil, com vários extras (Biomecênica, musculação e personais) como é hoje administrar tudo isso?

Depois de uma fase "obscura" da Casa de Pedra, eu estou novamente motivado a "tentar dar certo". As lojas estão crescendo e manter as academias funcionando é um orgulho e prazer pra mim. A motivação é a base da boa administração, nada como trabalhar fazendo o que amamos. Se o panorama continuar assim, com certeza será bem mais fácil levar tudo isso.

domingo, 24 de maio de 2009

Moqueca e Chocolate Quente!


Sabadão de sol e mais um passeio de motoca com o amigo Lango. São Paulo > Cubatão > Paraty (pausa pra Moqueca de Camarão) > Taubaté > Campos do Jordão (pausa pra um Chocolate quente) > Descida da serra (7º e um frio de rachar) > Pneu furado as 7 da noite (roubada máster!!) > Volta pra SP. 840 km de muita diversão num dia longo e tempo maravilhoso.

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Coquetel de reinauguração da loja Casa de Pedra no MorumbiShopping



Depois de quase 2 semanas de trabalho duro, madrugadas acordado e diversos problemas de obra resolvidos. Finalmente nesta quinta (21/5) conseguimos convidar amigos e colaboradores para o coquetel de inauguração oficial da loja no MorumbiShopping. Agradeço a presença de todos e o esforço e dedicação de toda a equipe! Boas vendas...!!!

sábado, 16 de maio de 2009

Leopardo das Neves


Meus grandes amigos, Waldemar Niclevicz e Irivan Gustava Burda, os quais tive o prazer de acompanhar em sua primeira investida ao MAKALU em 2007, estão a caminho de mais um desafio, o Leopardo das Neves. Tal denominação é concedida aos alpinistas que escalam as cinco maiores montanhas da Ásia Central: Comunismo (7.495m), o Lenin (7.134m) e o Khorzenevskaya (7.105m), localizados na cordilheira do Pamir; e o Khan Tengri (7.010m) e Pobeda (7.439m), situado no Tien Shan.
As montanhas, localizadas em regiões do Tadjiquistão, Quirguistão, Cazaquistão, Rússia, China e Mongólia não são tão conhecidas como o Everest e o K2, mas com certeza são tão bonitas quanto, além de muito mais remotas e menos frequentadas que o circuito tradicional do Himalaya.
Vamos aguardar notícias e acompanhar a escalada dos dois torcendo para que tudo de certo... Boas escaladas aos dois... Namastê!

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Abriu!


Depois de algumas noites sem dormir, emfim está aberta a Casa de Pedra... Claro que ainda cheia de "faltas" só isso ou aquilo. Foto dessa última noite durante a montagem. Aguardo a visita de todos.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Tá quase...


Últimos retoques, limpeza geral e nessa quinta (14/05) voltaremos a ativa com força total... Boa noite que o dia será longo.

Obra!

Claro que como qualquer obra no mundo, a da CP também atrasou... Ao invés de re-inaugurar hoje como previsto, passaremos mais uma noite trancados no Xópis Centis Morumbi, e se tudo correr conforme previsto, amanhã as 10:00 estaremos abertos... Se bem que se não correr como previsto, estaremos abertos do mesmo jeito. Obra nunca acaba, pois então abriremos em obra mesmo...
Espero a visita de todos, mas só pra garantir... passem depois do almoço!!!

terça-feira, 12 de maio de 2009

Casa de Pedra MorumbiShopping reabre amanhã 13/5

Depois de pouco mais de 20 dias de obra, amanhã (13 de maio) a loja da Casa de Pedra no MorumbiShopping reabrirá suas portas. O que era pra ser uma reforminha básica com o anexo de um "puxadinho" para a loja ao lado, acabou se transformando numa reconstrução total.
Felizmente estes 30metros a mais deram à loja a sensação de ser muito maior, pois agora passamos a ser um esquina, o que nos dará muito mais vizibilidade.
Todos que queiram conhecer estão convidados a nos visitar nesta quarta feira após o meio dia.
Além do novo espaço, teremos muitas novidades. Acaba de chegar a novíssima coleção de inverno da ROSSIGNOL, que após uns anos sumida da Casa de Pedra, agora volta com força total...
Boas escaladas e boas compras!

sexta-feira, 8 de maio de 2009

NEO ADVENTURE


Aqui em São Paulo é comum (e triste) ver um motoboy tirar sua moto zero km na concessionária e em seguida ter que pixar as rodas, amassar um tanque brilhando, arrancar peças e partes da carenagem, para conscientemente "descaracterizar" sua moto, deixando-a feia e com cara de velha, e desta forma não perdê-la para os bandidos na primeira semana. Não tenha dúvida que ele preferiria andar com sua moto nova, reluzente, bonita e lavada, porém é uma realidade bem perigosa na cidade. Quantos não estão pagando as vezes 2 carnês de consórcio ao mesmo tempo. O da moto atual e o da que já roubada. Minha possante, apesar de não ser tão visada quanto a legítima CG, também corre seus riscos, por isso resolvi apenas dar uma "decorada" na magrela. Todos os anos na feira de Oudoor em Salt Lake e diversos fornecedores me entregando adesivos, até que serviram para "decorar" minha legítima NEO ADVENTURE! Se estou protegido não sei, mas pelo menos faço a propaganda!

terça-feira, 5 de maio de 2009

Grande Avalanche no Everest nesta temporada 2009

Poucos dias atrás ocorreu a maior avalanche da temporada no Everest, que foi filmada por escaladores no Campo Base. Uma grande parte da seção baixa do West Shoulder desabou sobre a famosa Cascata de Gelo porém felizmente sem nenhuma vítima. Sendo assim, um bonito espetáculo de se assistir...

sábado, 2 de maio de 2009

Obra... Quem merce?


Para aqueles clientes e amigos curiosos, aí vai uma fotinho da obra em estágio avançadíssimo!!! Ninguém merece ficar vindo no shopping as 3 da manhã pra consertar #&@$da de engenhheiro... Mas obra é sempre uma caixinha de surpresas e portanto tenho passado todas as noite por aqui para que nada saia errado. Quem vê não acredita que esse canteiro de obras com um monte de entulho, andaimes e máquinas por todos os lados, estará aberto em 10 dias. Mas como sempre costumo dizer: A fé começa quando acaba a razão, portanto já estou apelando pra fé pra abrirmos as portas no prazo... Que os prestadores de serviço nos abençoe!

quinta-feira, 30 de abril de 2009

Seja mal educado... Recuse o "saquinho plástico"

Hoje pela manhã fui até a padaria comprar um pãozinho fresco. Fica bem pertinho aqui de casa, umas 3 quadras apenas.
No balcão pedi seis pãezinhos que foram commumente embalados num saquinho de papel e depois colocados num saco plástico. Como sempre faço, agradeci mas pedi que retirasse os pãezinhos do saco plástico, afinal ele seria jogado fora dali dois minutos. Relutante e de cara feia, me pareceu uma afronta não aceitar a "cordialidade" do saco plástico, o funcionário guardou o saquinho.
Como não precisava de mais nada dirigi-me ao caixa e enquanto pagava pela compra a menina do caixa "cordialmente" embalou meus pãezinhos novamente num saco plástico, o qual eu educadamente pedi que o guardasse, pois eu NÃO QUERIA O MALDITO SAQUINHO PLÁSTICO!!!
Para minha surpresa, desta vez, além de não retirar os pãezinhos do saco plástico ela me indagou do porquê. Imagine, eu estava de capacete na cabeça, como carregaria aqueles seis pesadíssimos pãezinhos na mão em minha moto?
Eu desta vez pacientemente expliquei que o saquinho não seria mais útil dali dois minutos e viraria lixo assim como a grande maioria dos sacos plásticos utilizados no comércio.
É impressionante essa cultura do saco plástico. Se alugamos um DVD na locadora, coloca-se num saquinho. Uma bebida no posto de gasolina e lá vem o tal saquinho de novo... Tudo vem num saquinho! Até parece que não temos os cinco dedos das mãos pô?

Segundo um estudo do Programa Ambiental das Nações Unidas (Unep, na sigla em inglês) , há atualmente mais de 46 mil detritos de plástico a cada milha quadrada de oceano. A cada ano, afirma o estudo, detritos plásticos causam a morte de 1 milhão de pássaros marinhos, 100 mil mamíferos aquáticos e inúmeros peixes.

Será tão difícil assim guardar suas compras de supermercado numa caixa de papelão? E que tal separar uma sacola de pano grosso, daquelas usadas no tempo de nossas avós, para trazer suas compras?
Faça uma conta simples, de cabeça... se cada um de nós deixássemos de usar apenas um saquinho a menos por dia, quantos milhões deles não deixariam de ir pro lixo diariamente?
Sua atitude faz sim uma grande diferença!

RECUSE O SAQUINHO!

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Casa de Pedra Boulder Fest

segunda-feira, 27 de abril de 2009

CLOSEOUT Imperdível! Bota Salomon Revo GCS


Quem estiver precisando de uma bota nova de excelente qualidade e quer gastar pouco, tá aí a oportunidade... Chega essa semana às lojas da Casa de Pedra um lote de botas SALOMON REVO GCS por um preço fenomenal!!! A bota que era vendida originalmente por R$699,00 saiu de linha e nós arrematamos um último lote que será vendido por R$399,00. Pra quem não conhece a bota, eu mesmo usei um par na expedição Brasil MAKALU no himalaia em 2007 e só tenho elogios a fazer... Foram 40 dias de Trekking pesado por passos acima dos 6000m. carregando mochila pesada, e a bichinha aguentou firme. Cheguei até a usar Crampons de fita para passar lances mais técnicos ou mesmo de gelo vertical em um dos passos. A bota é extremamente leve, possue sistema de amortecedores a ar nos calcanhares, é toda termo selada e não possue costuras, além é claro de tecnologia GORE-TEX XCR de impermeabilização e transpirabilidade. Realmente uma das melhores botas que já utilizei. Não percam a oportunidade pois este lote acabará rapidamente!
Pra comprar na NET é só clicar!!!
http://www.casadepedra.com.br/loja/Products?action=show&productId=1152&categoryId=&subCategoryId=&name=BOTA_SALOMON_REVO_GCS_GTX_MASC.

Boas caminhadas e escaladas a todos!

sábado, 25 de abril de 2009

Macaquices do Belê na Casa de Pedra!

Nada como alguns dias de chuva pra ficar inventando no ginásio... Ou será esse o segredo de sucesso do Belê?!!

quinta-feira, 23 de abril de 2009

O Prazer das Preliminares!

Sexta feira, quase meia noite e acabo de chegar de um jantar com amigos. Por mais pressa que estivéssemos, o bom papo nos segurou no restaurante até tarde e agora não adianta mais chorar o pouco tempo de sono pela frente.
Corro pro quartinho da bagunça, pego a mochila no armário e começo a velha e sistemática rotina... Para onde vamos mesmo? Ah... fim de semana na Pedra do Baú. Combinei com a galera que desta vez vamos fazer um circuito clássico. Apesar de exaustivamente repetido, ainda meu preferido.


Vamos começar com a “V de Vingança”, somos quatro e acho que vou fazer dupla com o Minhoca. Como vamos subir à Francesa (em simultâneo) preciso de um parceiro em que confie, afinal enquanto guio a via, 30 metros de corda depois, ele sobe limpando. Nossa idéia é não nos encontrarmos em nenhum momento, portanto vou precisar levar muuuitas costuras. Acho que umas 40 está bom, se faltar pego umas com ele. Putis...!!! Nós 4 no rapel vai ser uma merda, melhor agente ir pela trilha que sai atrás da barraquinha de quitutes. Pausa, hum... Se bem que a trilha também é mó roubada. Sei lá, depois agente resolve o que faz...

Bem, se tudo der certo, se os malditos barimbondos não estiverem muito ferozes na fenda da primeira enfiada, e se não chover; acho que acabamos a via em uma hora e meia e partimos pra “Corneto”. Qual eram mesmos os Camalots que eu uso na fenda lá em cima? Acho que um #2 e um #3, ou era o #2 e o #1,1/2 ? Na dúvida acho melhor levar todos, do #1 ao #3, melhor carregar um pesinho extra, do que usar aquelas chapas velhas que já estão fazendo hora extra.

Depois de um rapelzinho rápido, podemos entrar na “Tudo Bem” para arrematar a parte da manhã. Aproveito e uso os mesmos móveis que vão estar na mão depois da Corneto.

Rápida pausa para um lanchinho... hum... barrinhas de Nutri, bolachas Passa Tempo e Gatorade em Pó, herança do Ranking Paulista do ano passado, que sobrou aos montes e não se encontra mais nos supermecados. Na embalagem tá dizendo que venceu há uns 6 meses, matar acho que não mata né.

Bem, a essa altura poderemos partir pra algo mais hard... Será que o Cotton e o Lango vão estar bem na “V”? Com menos experiência e escalando no método tradicional, na melhor das hipóteses, estarão terminando a via agora. Melhor considerar uma meia horinha pra checar o andamento da dupla...he he he

Voltando à programação, vamos aproveitar a chegada no cume do Bauzinho para rapelar até a parada de baixo e escalar a “Rosita Go Home”... Putz, to meio fora de forma, acho que vou passar o maior veneno pra virar aquele maldito tetinho.

Se fizermos tudo isso mesmo, o que vier depois é lucro. Preciso só separar uma meia dúzia de mosquetões avulsos, fitas para parada e auto-seguro, um par de cordim, ATC, sapatilhas, magnésio... Caramba, já é tarde mas vou ligar pro Minhoca.
– Minhoca, você leva a sua corda? A minha tá meio velhinha, com as pontas cortadas já não tem os 60 metros originais... Ok. O minhoca vai levar a corda dele zero bala.

Enfim, tudo separado, equipos checados, dromedário, saco de corda, comidinhas, anorak e headlamp. Nunca se sabe - no Baú, a chuva vem do outro lado e te pega de surpresa. Fora as roubadas que acabam no escuro. É sempre bom estar previnido.
Meu Deus do céu... Já são duas horas da manhã e combinamos de sair às seis. Acho que vai rolar um revezamento na direção e parada no Leite na Pista pra um café reforçado antes de subir a serra.
Tantos anos, tantas viagens e essa correria na véspera é sempre a mesma, eu esqueço da vida e o tempo voa noite a dentro. Parece que agente não aprende, mas na verdade acho que a escalada é um dos poucos esportes onde os preparativos podem ser tão prazerosos quanto a pratica em si.
Como é gostoso preparar a próxima viagem!

Publicado originalmente em 18/04/2006

terça-feira, 21 de abril de 2009

Treinamento em Torres Del Paine!


Ser uma empresa pequena como a Casa de Pedra tem suas desvantagens: orçamento apertado para marketing, pessoas exercendo múltiplas funções, falta de infra-estrutura e pouca organização em alguns momentos. Porém uma das grandes vantagens a qual faço questão de não perder nunca, é o meu contato direto com toda a equipe, onde cada um na Casa de Pedra seja antes de um bom funcionário, um grande amigo.
Claro que "saber" vender é importante, mas antes de mais nada eu tinha que plantar a sementinha da aventura em cada um deles e assim começamos nosso primeiro "treinamento". No início de 2007, ao passar na frente da loja no Shopping Morumbi, os clientes liam meio desacreditados - "fomos escalar, reabriremos normalmente amanhã". Causamos risos e inveja de outros vendedores, perdemos um dia de faturamento, mas a equipe voltou outra: muito mais unida, realizada com nosso dia de atividades de camping, caminhada, e técnicas verticais. Claro que alguns com as calças borradas... Mas além da experiência e vivência com os equipamentos e com o ambiente de montanha, estava plantada a sementinha para que buscassem novas aventuras.
Quase 2 anos se passaram e finalmente parte dessa equipe, agora com alguns novos integrantes, aproveitarão suas férias e a reforma de nossa loja do MorumbiShopping para desta vez buscar mais uma aventura em grande estilo: Marcão, Rosenberg e Felipe vão nesta quarta feira para Torres Del Paine na Patagônia chilena. Farão, pelo que tudo indica, e eu aconselhei, o circuito grande ao redor de todo o parque. Sem dúvida alguma um dos trekkings mais lindos do mundo.
Sorte a todos vocês, muita força nas pernas e determinação, para passo após passo, contemplar ao final do 5º dia a belíssima vista do glaciar Grey!
Boa viagem...